Top 10: músicas que estou viciada - Do papel para o mundo

29 de outubro de 2017

Top 10: músicas que estou viciada

Mais Bonito Não Há  (Tiago Iorc e Milton Nascimento)

Essa música é simplesmente perfeita! Do tipo que a gente ouve no ônibus encostada na janela em um dia chuvoso. As vozes do Tiago Iorc e do Milton Nascimento casaram de forma inexplicável. "Ser amor pra quem anseia, solidão de casa cheia, dar a voz que incendeia, ter um bom motivo para acreditar. Mais bonito, não há". Ahhh, eu não consigo parar de ouvir!


Na pele (Elza Soares e Pitty)

Quando duas mulheres de personalidades fortes se misturam só poderia resultar em coisa boa. A letra da música é intensa, triste e fervorosa. "A vida tem sido água, fazendo caminhos esguios, se abrindo em veios e vales, na pele, leito de rio". 


Poema de lágrimas (OutroEu)

Pra quem gosta de poesia que nem eu essa música é um recinto lírico. Com uma melodia super agradável, lentinha e com assovios, dá vontade de ouvir numa rede e esquecer da vida. Mas cuidado: pra quem está com o coração partido eu não indico. 


Tell me you love me (Demi Lovato)

Apesar de ter amado todo o álbum, essa é a minha música preferida. Demi solta a sua voz e se entrega de uma forma arrebatadora, e não tem como não amar. #Lovatic apitando.


What about us (Pink)

Ela voltou e voltou com tudo! Nossa querida Pink já ecoa na cabeça, e nos trouxe um clipe maravilhoso. "What about us? What about al the times you said you had the answers?"


Taylor Swift (Gorgeous)

No esquenta para o lançamento de seu próximo álbum, Taylor Swift divulgou a terceira música de 'Reputation', presente para os aniversariantes de novembro. Eu adorei!


Mistério (Anavitória)

O que eu posso falar dessas meninas lindas? Só amo. É poesia a cada verso. "A felicidade é mistério". 


Liability (Lorde)

Essa é pra afogar as mágoas. Não é recente, mas é boa pra pensar na vida, ou só chorar mesmo. Ou ambos, né? 


Inspired (Miley Cyrus)

Última música do álbum 'Younger Now' não creio que de propósito, ela nos faz pensar em como pequenas coisas da vida são agradáveis e nos inspiram. Foi amor à primeira vista sim por essa música. 


Crybaby (Paloma Faith)

Da primeira vez que ouvi 'Only love cant hurt like this'  me apaixonei. Viciei totalmente. Aí fui pesquisar mais sobre a cantora e percebi o quanto ela era intensa ao falar de amor, além de ter um vozeirão. Com 'crybaby', lançada no mês passado, não foi diferente. "Oh, go on and cry, baby, crybaby. Cause you don't have to keep it inside". Paloma nos convida a sentir todas as nossas dores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário