Palavras gentis e sinceras - Do papel para o mundo

4 de novembro de 2017

Palavras gentis e sinceras

Algumas palavras acalmam o coração, como a poesia dita no fim de tarde, outras geram reflexão, como uma sábia voz que no silêncio impera. Mas algumas palavras, mesmo que ditas em tom de sussurro, têm o poder de nos fazer sonhar, como asas que dão voo à nossa imaginação. Tais palavras transcendem a língua e invadem o nosso ser, e são as mais belas que podem existir.

Não se trata de esbarrar com um conhecido na rua e trocar um conjunto de frases que nada dizem um sobre o outro. Não é sobre elogiar o bom gosto de alguém ao comprar um perfume. Mas sim de reparar no outro, e se sentir convidado a expressar o que de fato se passa dentro de si, sem a pressão do mundo para ser gentil e soar artificial. 

Contudo, se engana quem pensa só haver na felicidade o ponto culminante para fazer o bem, de forma natural. É claro que se estamos em paz, sorrindo sem se importar com a chuva que atrapalha o trânsito, mais simples fica distribuir palavras bonitas, que combinam com o humor solar. No entanto, é tão revigorante ver a alegria nos olhos do outro, saber que fez o bem, que mesmo em nossos dias mais pacatos, cinzas, é possível semear flores por ai. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário