Jorja Smith: música, empoderamento feminino e representatividade - Do papel para o mundo

27 de janeiro de 2018

Jorja Smith: música, empoderamento feminino e representatividade

Não é todo dia que aparece uma artista tão completa quanto Jorja Smith. A moça, de apenas 20 anos e origem britânica, apareceu na mídia em 2016, com seu primeiro lançamento, "Blue lights". No mesmo ano, a cantora, no melhor estilo "faça você mesmo", filmou, dirigiu e editou o vídeo da música "Where did I go", na casa de sua tia. Prova de que Jorja não espera, faz acontecer.

Porém, foi em 2017 que ela ganhou destaque no cenário musical. No dia internacional da mulher, lançou o single "Beautiful little fools", composição autoral inspirada em "O grande Gatsby". Na canção, escrita aos 16 anos, Jorja se mostra uma potência feminista. Na letra ela contesta a forma como Hollywood  (e não apenas), trata as mulheres, exaltando a beleza e feminilidade, mas nada além disso. "Lindas pequenas e tolas é o destino para nós, meninas. Lindas pequenas e tolas, nascidas para ser adoradas", canta. Já não consigo parar de ouvir.

Na lista de suas influências estão Moss Def, Lauryn Hill e The Streets. Sua voz é muito comparada à de Amy Winehouse e também Rihanna, e eu ainda acrescentaria Sia, sobretudo na música "Let me down", parceria com o rapper Stormzy. O clipe foi lançado este mês e já é sucesso. Aos poucos a cantora ganha espaço, e este ano se apresentará no festival californiano Coachella. 
Enquanto canta soul e R&B, Jorja Smith também demonstra ser uma pessoa consciente de seu papel como mulher, e mulher negra. Em uma entrevista para a revista "Gal-dem", ela declarou: "Na escola secundária, costumava querer ser magra, não gostava dos meus lábios e queria cabelos lisos. Agora nunca pensaria nisso porque cresci dentro de mim e percebi que sempre queremos o que não podemos ter, e às vezes o que queremos foi manchado pela mídia e pelo que as pessoas podem ter nos dito". Uma linda mensagem para todas as mulheres que se vêem em guerra com a aparência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário