Você não é sua ansiedade - Do papel para o mundo

16 de março de 2018

Você não é sua ansiedade

Acordar, levantar da cama, se olhar no espelho e pensar: mais um dia. São 24 horas pela frente, porém o que mais te agrada é a ideia de ficar em casa, sem precisar lidar com pessoas. A sensação é de que sempre virá uma pergunta e você não saberá como responder. É ruim afirmar isso, mas você se sente incapaz

Na sua cabeça se passam momentos que nem aconteceram, é tudo intenso e às vezes parece que você vai explodir. As coisas começam a girar e você acredita estar sozinha. Nesse instante não tem ninguém pra te dizer que tudo vai ficar bem, então você se isola. Deixa de avistar poesia na vida, porque tudo parece pesado demais e aos poucos as lágrimas caem. É cansativo habitar si próprio

Mas agora não é hora de forjar uma força que você não tem. Não, não agora. Se acalme, eu sei que logo um poema nascerá dentro do seu coração, mas por enquanto quero que descanse, e seja sincera consigo mesma. Não force um sorriso que não existe, não diga sim quando sua alma grita não. Deixe a sua essência transbordar e a verdade invadir suas palavras. Ninguém merece ser escravo de si mesmo. 

Se você decidir se afastar, talvez algumas pessoas não entendam, e é capaz de você se perguntar por que é assim, quase sempre tão fora d'água. Não entende por que as pernas tremem, a cabeça dói, o coração acelera e você fala coisas sem sentido. Na sua mente tudo parece certo, mas nada sai como o esperado. Você se sente sufocada. Entretanto, por mais que o chão pareça desabar e você sinta que não vai suportar mais um dia, acredite, você vai. Porque é só mais um dia, e quantos você já viveu? Respira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário