Minha saudade tem nome de amor e quer invadir o seu universo - Do papel para o mundo

18 de julho de 2018

Minha saudade tem nome de amor e quer invadir o seu universo

Mais uma vez reconheci o amor. Te olhei, pensei, senti. Lá dentro de mim provavelmente as células já se organizavam para esse encontro. Tentei evitar. Relutei. Lutei contra mim mesma. É óbvio, eu perdi a briga. Não é possível disputar com o nosso coração. 

Achei que talvez a sua ideia de ficarmos apenas na amizade fosse o mais sensato. Mas isso eu achei depois, antes senti raiva. Uma parte de mim queria te esganar por você ousar falar uma besteira dessas. Você mudou, e quanto a isso não posso negar, porém, um lado seu ainda age como escudo protetor, o que me deixa insegura quanto a me entregar a essa relação. 

O que aconteceu foi que eu pedi um tempo - de um dia a uma semana. Tempo para colocar a cabeça no lugar e refletir sobre o que de fato quero. Pois bem, foi nessa pausa entre as nossas conversas que percebi que sim, sua ideia de me ter somente como uma amiga foi uma besteira. Eu não quero me afastar. Muito pelo contrário, eu quero ter mais e mais de você na minha vida. 

Quero te abraçar ao te avistar na estação. A nossa estação, e você sabe qual. Quero ouvir você falar dos seus planos e me sentir importante quando me conta algo da sua vida pessoal. Fico feliz quando compartilha o seu mundo comigo, porque não há ninguém que caiba melhor no meu quanto você. Minha saudade tem nome de amor e quer invadir o seu universo. Me concede essa dança? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário