Versos de liberdade - Do papel para o mundo

12 de setembro de 2018

Versos de liberdade

Oie! Tudo bem? Eu espero que sim! Hoje é um dia muito especial pra mim aqui no blog! É a estreia da categoria de poesia, onde eu vou compartilhar com você os meus escritos. A ideia sempre existiu, mas eu nunca a levei pra frente. Porém, no início desse mês eu fui selecionada pra dar aulas de poesia e escrita literária em um Centro de Arte e Cultura vinculado à minha universidade. Com a felicidade veio também a motivação de expor aqui os meus poemas. Eu espero que goste! E se gostar, me diz o que achou? 


Carpe diem! <3

Versos de liberdade

Já chorei, já ri, escrevi
Tudo o que o meu peito precisava sentir
Tropecei na minha própria angústia
Enquanto mascava um chiclete
Que pelo horário deveria ser substituído por um café

Mas se na vida cumpro regras
Na poesia trato de rasgar todos os papéis
Posso soletrar pensamentos como pássaros
Que jamais sairão da minha boca

Não preciso ser correta
Ou ter a postura ereta
Posso ser eu mesma
Ou ser todo mundo

Aqui escrevo versos
E proclamo minha liberdade
Que jamais conheci
Além das estrofes

Bárbara Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário