Ser criança - Do papel para o mundo

14 de novembro de 2018

Ser criança



Ser criança é ver que o mundo é possível
É não andar em linha reta
Cair, chorar e levantar
E se lambuzar de sorvete

É não pensar no tempo
É esquecer o tempo
E abraçar as pequenas vontades
Ser sol, lua, fauna e flora

É enxergar o que a razão ignora
E ver passarinhos voando sonhos
Com olhos de infância ver além
Além do que a estrada pode passar

Ser criança é ter a mente livre
Longe dos engarrafamentos de ideias
E permitir se encaixar nos aposentos da imaginação

Bárbara Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário