As estrelas de nossos mundos - Do papel para o mundo

13 de fevereiro de 2019

As estrelas de nossos mundos

As estrelas de nossos mundos
Às vezes olho pro nada e não me encontro
Como se faltasse algo, como se me faltasse
Me encaixo melhor no nada
Na poltrona individual do sofá
Naquele canto vazio da sala

Respiro melhor no silêncio
Quando quase não ouço a mim mesma
Quando indago as nuvens
ou apenas as observo

Me sinto maior no aconchego de lápis e canetas
do que na presença de estranhos
Às vezes, estranhos também são conhecidos
Falam o mesmo idioma, mas com outro sotaque
Nos olhamos e fingimos nos entender

As reticências tropeçam em pensamentos que preferem repousar
Elas preferem os mudos aos ignorantes
Então ficamos com nossas estrelas
que brilham apenas em nossos mundos

Bárbara Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário