Para onde você está indo? - Do papel para o mundo

19 de julho de 2019

Para onde você está indo?

Para onde você está indo?
Olá! Tudo bem? Hoje eu quero te perguntar: para onde você está indo? Será que você tem caminhado rumo aos seus sonhos ou simplesmente não se move? E se você parou no tempo, o que te prende? Essa mania tola que temos de achar que o amanhã é sempre melhor que o hoje nos paralisa tanto que deveríamos ressignificar o agora como o melhor de nossos dias. Afinal, se você se permitiu ler esse texto e assim se questionar qual o atual estado da sua vida, você também é capaz de fazer algo pelos seus maiores desejos.

Se pergunte internamente: O que eu quero pra mim? Onde eu quero estar daqui a 10 anos? O que eu quero fazer amanhã que vai me deixar realizada? Quais são as minhas metas materiais e como eu posso conquistar cada uma delas? Talvez abrir uma loja virtual hoje não te dê grandes lucros, mas é possível que em um ano ela seja a sua principal e até única fonte de renda. Mas como você vai chegar lá? Quais são seus desafios atuais? De verdade, o que te prende?

Será que você não tem se bloqueado mais do que deveria e está procrastinando a realização dos seus sonhos? Tenta se imaginar no futuro e adivinhar quais serão seus arrependimentos. Não seria a hora de agir e prever o futuro? Então que tal tirar do campo das ideias aqueles planos que te movem interiormente, mas pelos quais você não dá um passo? Que tal ser o mais autêntico motor da sua vida? Hoje.

Uma frase que pra mim tem feito cada vez mais sentido: "Feito é melhor do que perfeito". Ou seja, foca no agora, no que você tem, e vê o que pode fazer hoje que vai te ajudar na concretização das suas metas. Se coloque em um lugar de poder, pois só você conduz a sua história, e mesmo que em vias de imperfeição ela ainda é a sua história. O quanto ela merece do seu tempo? É preciso se doar diariamente pelo que você acredita, pois do contrário, nada sairá do lugar e você vai sempre carregar uma angústia que pode ser evitada. Repito: Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário