Gostinho de casa é um verdadeiro abraço - Do papel para o mundo

14 de outubro de 2019

Gostinho de casa é um verdadeiro abraço

Gostinho de casa é um verdadeiro abraço
Promessas incertas me guardam. E eu, aguardo cansada e esperançosa qualquer ideia de futuro. Talvez seja a ânsia de uma jovem em fim de graduação com boletos pra pagar. O fato é que a ideia de estabilidade, seja ela emocional ou financeira agrada e agrada muito. A gente gosta de se balançar na rede, mas a gente quer ter a rede no nosso quarto, pra poder se balançar no fim do dia

É bom viver intensamente, loucamente, mas é incrível a sensação de passar o dia fora e chegar à noite, abrir a porta de casa e saber que aquele cantinho é todo seu. Ter uma cama macia pra se jogar e assistir Netflix pode ser um encanto. Gostinho de casa é um verdadeiro abraço

É sério, não importa a idade que você tem, vai chegar a hora em que seus sonhos serão mais introspectivos, e de modo algum devemos ver isso como algo negativo. Todo mundo tem sua fase refrigerante, mas um dia a gente só quer o gostinho quente do café. Se agarre aos momentos como quem voa, livremente, de paraquedas, e se por acaso, ser livre pra você é escrever poemas ao acordar ao invés de ir pra praia com os amigos, ame a sua escrita. 

Caminhamos mesmo na incerteza de um futuro, seja ele como for, mas isso não pode nos impedir de viver o presente, e se atentar a ele com olhos perspicazes. A faculdade, por exemplo, vai chegar ao fim, como tudo na vida, mas ela não pode ser um rio em que você só precisa pular, experimente nadar nesse rio. Depois virão inúmeras fases e, talvez, a melhor escolha seja se perceber em cada uma delas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário