O tempo que me falta - Do papel para o mundo

23 de abril de 2020

O tempo que me falta

Poesia sobre o tempo Bárbara Amorim
A vida passa por mim mais rápido
Como se em algum instante eu fosse tropeçar
Me rouba a alegria dos segundos
Aqueles segundos menores que os normais

A vida passa no tempo do motor
de um trem em alta velocidade sem tempo de estacionar
E eu sou um passageiro com pressa de chegar
Mas eu só quero chegar no tempo das estrelas
Admirá-las como se o mundo ali ruísse

E que diferença faria se eu teria a pausa?
Se eu abraçaria o tempo dos apaixonados
Sem hora alguma além da eternidade

Eu seria mais humano
E a vida seria menos um trator
Seríamos mais gente e menos robôs
Mas se somos o que somos, como deixarmos de ser?

Bárbara Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário