Não é o fim, mas um início de gratidão - Do papel para o mundo

27 de maio de 2020

Não é o fim, mas um início de gratidão

Não é o fim, mas um início de gratidão
Neste exato momento, iniciado há algumas horas, ouço todas as músicas tristes da minha playlist mais triste. Longe de ser uma tentativa de me destruir ainda mais, é apenas uma forma de extrair o máximo de sensações possíveis e, nem sempre o que sentimos é belo. Não existe perfeição e, alguns dias serão difíceis a ponto de nos roubarem todas as palavras para descrevê-lo. Eu amo as palavras, mas hoje, eu não as tenho, o que é irônico, porque esse texto é repleto de palavras.

Entretanto, o que quero dizer é que não tenho forças para me expressar através da palavra oral, por isso, faço uso da escrita. Esta que sempre me acompanha, como num casamento, está lá, na alegria e na tristeza, com os olhos delineados ou cravados da chuva que alagou a alma. Hoje lembro de momentos, lugares e pessoas que preencheram instantes importantes da minha vida. Entre muitas memórias, lembro bem da primeira vez que abri a porta de um certo lugar mágico. Lá entendi que família é um grande abraço. 

Nesse mesmo lugar, aprendi a comemorar as pequenas vitórias diárias. Lá ficou mais claro que uma conversa encantadora pode ser tudo o que alguém precisa em um dia. Nós podemos sim impactar positivamente na vida do outro. Aprendi também que jujuba e amendoim podem ser belos aperitivos e, que é na pausa pro café, quando temos a oportunidade de encontrar alguém e falar sobre a dose ideal de açúcar ou do caos do transporte urbano, aí é que a gente se encontra de verdade. 

Lágrimas e mais lágrimas caem, escrevem mais esse texto do que eu, porque eu sou bem mais uma mente em lembranças. A nostalgia me cobre da cabeça aos pés. A ideia de não me perder mais entre três andares e já no elevador me perguntar: "onde estou?" parece absurda! Mas a certeza da transformação, essa palavra tão presente nesse lugar, também me preenche. Quando nos entregamos ao que acreditamos, transformamos e somos transformados. Então se hoje meu coração se desfaz em pedaços, é porque uma magia azul e muito linda me foi pregada. Não é o fim, mas um início de gratidão

Nenhum comentário:

Postar um comentário